Temos independência editorial mas podemos receber comissões se você adquirir uma VPN usando nossos links.

Proxy vs. VPN: qual é a diferença?

Callum Tennent supervisiona como testamos e analisamos os serviços de VPN. Ele é membro da IAPP e seus conselhos sobre VPN foram apresentados na Forbes e na Internet Society.

Verificado por JP Jones

Nosso veredito

Proxies e VPNs escondem seu endereço IP público e o substituem usando o endereço IP de um servidor remoto, permitindo que você desbloqueie sites e serviços com restrições geográficas. No entanto, uma VPN irá criptografar e rotear todo o seu tráfego de rede, ao passo que um proxy web raramente criptografa seus dados e roteia somente o tráfego de um único aplicativo ou janela de navegador.

Proxy vs VPN

Redes privadas virtuais (VPNs) e servidores proxy são ferramentas similares que ocultam seu endereço IP e desbloqueiam sites com restrição geográfica. Apesar das similaridades, esses dois serviços funcionam de forma muito diferente.

Confira abaixo um resumo das principais diferenças entre um proxy e uma VPN:

Proxy vs. VPN: as principais diferenças

  1. Ao contrário de uma VPN, a maioria dos proxies não criptografa seu tráfego web. Isso significa que seu provedor de internet e qualquer outro terceiro conseguirá ver sua atividade de navegação caso ela seja interceptada. Caso um proxy use criptografia, é quase sempre mais fraca que a criptografia de uma VPN.
  2. Uma VPN roteia todo o tráfego web enviado do seu dispositivo, incluindo todos os aplicativos sendo executados em segundo plano. Em contraste, a maioria dos proxies funciona apenas em uma única janela, como o seu navegador. Você pode configurar um proxy para funcionar dentro do seu sistema operacional, mas isso é menos comum e mais complicado do que usar uma VPN.
  3. É caro manter uma rede de servidores estável, por isso, boas VPNs geralmente exigem uma assinatura paga, enquanto os proxies web normalmente são grátis. Você pode encontrar boas VPNs gratuitas, mas elas tendem a ser mais lentas e muito mais limitadas que as alternativas pagas.
  4. No geral, as VPNs oferecem conexões mais estáveis que os proxies. Costumam ser operações de maior escala, com suporte ao cliente exclusivo e incentivos financeiros para oferecer a melhor experiência. Os proxies tendem a ter recursos técnicos limitados e não contam com um real suporte ao cliente.
  5. Os servidores proxy raramente oferecem uma seleção de localizações de servidor, recursos adicionais ou configurações de segurança. As VPNs tendem a ser mais configuráveis, com redes de servidores maiores e uma variedade mais ampla de localizações. VPNs de primeira linha irão desbloquear a maioria dos serviços de streaming e frequentemente incluem recursos adicionais de segurança.
  6. Os proxies tendem a ser mais rápidos que VPNs já que não criptografam seus dados. No entanto, esse nem sempre é o caso. Proxies gratuitos com servidores altamente congestionados podem ser muito lentos.
  7. VPNs de alta qualidade são oferecidas por empresas conceituadas que passaram por auditoria independente e realmente se preocupam com sua privacidade e segurança online. Por isso, são geralmente mais seguras e confiáveis do que proxies web gratuitos de desenvolvedores desconhecidos.

Comparação: servidores proxy vs. VPNs

Na tabela abaixo, você encontra um resumo das principais diferenças entre VPNs e proxies:

Recurso Proxy Web VPN
Criptografia HTTPS ou sem criptografia Criptografia AES-256
Cobertura Roteia todo o tráfego da sua janela de navegação Roteia todo o seu tráfego web
Preço Geralmente grátis Geralmente paga
Suporte ao cliente Nenhum Suporte por e-mail ou chat ao vivo
Velocidade Alta Média
Facilidade de uso Não requer instalação Requer instalação de software

No restante desse artigo, explicamos as principais diferenças entre um proxy e uma VPN em mais detalhes. Apresentamos as vantagens e desvantagens de cada ferramenta, qual é a melhor para diferentes atividades, e quando você deve usar esses softwares.

Por que confiar em nós?

Somos completamente independentes e avaliamos VPNs desde 2016. Nossos conselhos são baseados nos resultados dos testes que nós mesmos realizamos, sem a interferência de incentivos financeiros. Saiba quem somos e como testamos VPNs.

Qual é a diferença entre um proxy e uma VPN?

Os servidores VPN e proxy ambos redirecionam o seu tráfego e o passam por um servidor remoto. No entanto, cada ferramenta afeta sua privacidade, segurança e experiência do usuário de maneiras diversas.

A diferença entre uma VPN e um proxy web

Um aplicativo VPN (esquerda) comparado com o proxy web (direita).

Confira abaixo as principais diferenças entre um proxy e uma VPN:

Criptografia

Uma VPN criptografa seu tráfego para proteger seu rastreamento do provedor de internet, vigilância governamental e espionagem em redes abertas.

Caso esteja usando uma boa VPN, pode definir seu protocolo de conexão e nível de criptografia. No geral, você tem a opção de usar o WireGuard juntamente com uma cifra AES-256.

Analisando a criptografia da Windscribe com o Wireshark

No Wireshark, as letras e números incompreensíveis demonstram que as conexões da Windscribe são criptografadas.

A maioria dos proxies web não criptografam a sua conexão. Caso eles usem algum tipo de criptografia, é geralmente o mesmo protocolo usado para proteger sites HTTPS, muito mais fraca que a criptografia que você obtém usando uma VPN segura.

Cobertura

VPN são normalmente disponibilizadas na forma de aplicativos que você deve instalar no seu dispositivo. Quando você abre o aplicativo e se conecta a um servidor VPN, o software roteia e criptografa todo o seu tráfego de internet que sai do seu dispositivo.

Os proxies podem ser configurados no seu sistema operacional e funcionar de forma similar. No entanto, na maioria dos casos, os proxies são configurados em apenas um aplicativo, como o seu navegador web.

Neste caso, apenas o tráfego daquela janela ou aplicativo irá passar pelo servidor proxy. Caso envie dados de outro aplicativo no seu dispositivo (um cliente torrent, por exemplo), o seu endereço IP real poderá ser visto por qualquer pessoas que espione sua atividade.

Os resultados de um proxy descriptografado analisado pelo Wireshark

A extensão proxy descriptografada da StrongVPN não conseguiu ocultar o nosso tráfego.

Preço

É caro manter uma rede de servidores seguros e estáveis, por isso as VPNs de alta qualidade geralmente custam mais caro. Ainda que VPNs grátis e seguras existam, elas geralmente impõem limites de dados, apresentam velocidades lentas e outras restrições.

Proxies web são, na maioria das vezes, gratuitos e, por isso, muitas vezes muito limitados. É possível terem um suporte ao cliente ruim, ou inexistente, segurança ruim, velocidades lentas e os servidores congestionados.

É possível pagar por um servidor proxy com melhores recursos, segurança mais sólida e velocidades mais altas, mas proxies gratuitos são muito mais comuns.

Suporte

VPNs são geralmente de empresas com um incentivo financeiro para oferecer o melhor serviço possível. Por isso, são mais confiáveis que proxies e oferecem um atendimento superior. Proxies (especialmente os gratuitos) geralmente são uma operação de menor escala, sem uma rede de suporte efetiva.

Entrando em contato com a equipe de atendimento da PrivateVPN

VPNs geralmente oferecem um suporte confiável.

Confiabilidade

Resumidamente, é arriscado usar um proxy grátis. Não é incomum que proxies web grátis sejam usados para coletar dados e revendê-los a anunciantes. É de conhecimento geral que alguns injetam códigos maliciosos no tráfego do usuário.

O mesmo se aplica a diversas VPNs grátis: há algumas VPNs grátis de confiança, mas mesmo alguns dos aplicativos mais populares são um risco à privacidade e segurança. De fato, vários aplicativos de VPN gratuitos, na verdade, são proxies web simples disfarçados.

Felizmente, VPNs pagas tendem a ser bem mais confiáveis. A indústria de VPNs tem muita concorrência, por isso, provedores se esforçam para estabelecer e manter suas reputações. No melhor dos casos, eles não armazenam informações identificadoras sobre sua conexão e realizam auditorias internas para comprovar isso.

Velocidade

Criptografar e repassar seu tráfego com uma VPN reduz sua velocidade de internet, por mais que seja uma redução mínima. Nos nossos testes, as VPNs mais rápidas reduziram nossas velocidades de internet em menos de 7% em conexão a um servidor local.

Ainda assim, bons proxies tendem a ser rápidos que VPNs. Um proxy não usa criptografia ou um protocolo de tunelamento robustos o suficiente, dois recursos que podem reduzir, em certo nível, a velocidade da sua conexão.

Além disso, um proxy pode armazenar arquivos em cache. Caso solicite um arquivo que outro usuário de proxy já baixou, o proxy pode enviá-lo a você sem esperar que ele seja baixado novamente. Com isso, sua navegação online pode aparentar ser mais rápida.

Facilidade de uso

Usar um proxy web é incrivelmente fácil. Basta ir até o site do proxy no seu navegador e inserir a URL do site que gostaria de visitar.

Outros tipos de proxy exigem um pouco de configuração para que ele seja usado no seu aplicativo ou sistema operacional.

Você precisa instalar sua VPN, mas é fácil usar o aplicativo depois de instalado. Para a maioria das atividades básicas, basta selecionar o servidor de sua preferência em uma lista e clicar em um botão para se conectar.

O que é um servidor proxy?

Um proxy é um servidor remoto que age como um intermediário entre você e o site que está visitando. A maior vantagem de usar um proxy é que você não se conecta diretamente ao site que visita. Caso o proxy seja configurado corretamente, isso significa que os sites não conseguem ver o seu endereço IP.

Navegador proxy da Hide.me

Serviço proxy da Hide.me.

Em vez disso, eles veem o endereço IP e localização do servidor proxy, ocultando a sua localização real.

Um proxy web:

  • Oculta seu endereço IP dos sites que você visita
  • Contorna restrições geográficas de alguns sites
  • Contorna alguns bloqueios ou banimentos de endereços IP
  • Às vezes melhora as velocidades de conexão por meio de cache de proxy
Prós Contras
Oculta seu endereço IP Pode rastrear suas atividades ou injetar anúncios e malware em páginas web
Simples de instalar e configurar A maioria dos proxies não criptografa seus dados
Impacto mínimo na sua velocidade de conexão Só repassa seu tráfego em um aplicativo ou janela de navegação
Grátis Sem recursos avançados de segurança ou suporte

Você pode usar um servidor proxy localizado em diferentes países para acessar sites que são restritos geograficamente. Os melhores proxies permitem que você escolha uma localização para se conectar.

Um proxy também é bom para contornar bloqueios de IP, bloqueios de site simples e bloqueios de acesso que rastreiam seu endereço IP e forçam você a se cadastrar após ler uma determinada quantia de artigos.

Bons servidores proxy também podem apresentar um desempenho melhor ao criar cópias locais de um site. Por exemplo, se cem pessoas visitarem o mesmo site ao mesmo tempo, o servidor proxy só precisa enviar uma solicitação àquele site. O processo é conhecido como cache de proxy.

Como os servidores proxy funcionam?

Quando você usa um servidor proxy, seu tráfego de internet passa pelo servidor proxy até o endereço de internet que você solicitou.

O servidor proxy se conecta ao serviço web, coleta o conteúdo e o encaminha a você.

Diagrama de como um servidor proxy funciona

Um servidor proxy oculta a sua localização física.

A maioria dos serviços proxy são descriptografados, mas alguns oferecem suporte para criptografia HTTPS. Isso significa que se alguém inspecionar a conexão entre seu dispositivo e o servidor proxy esse indivíduo conseguirá ver os sites que você está visitando, mas não as páginas específicas que está acessando.

Como usar um proxy web

O tipo mais comum e simples de proxy é um proxy web. Veja como usá-lo:

  1. Abra uma janela no seu navegador.
  2. Visite o site do proxy web. Proxies web populares incluem o do HMA e o da Hide.me.
  3. Insira ao endereço do site que deseja acessar.
  4. Selecione a localização a que quer se conectar. Por exemplo, o proxy HMA oferece servidores em Nova York, Seattle, Frankfurt, Amsterdã, Londres e Praga.
  5. Selecione opções adicionais. Por exemplo, você pode optar por remover scripts e desabilitar cookies.
  6. Clique no botão para estabelecer uma conexão.
  7. Você verá o site requisitado no seu navegador. O site não verá seu endereço IP, e sim o endereço IP do servidor do proxy web.

Outras maneiras de usar um proxy

Há outras formas de usar um servidor proxy. Por exemplo:

  1. No seu navegador, você pode instalar alguns proxies como uma extensão e usá-los no menu do navegador.
  2. No Firefox, você pode configurar um proxy HTTP, HTTPS, ou SOCKS no menu de configurações de rede.
  3. No seu cliente torrent, você pode rotear o seu tráfego por meio de um proxy SOCKS5 para ocultar seu endereço IP.
  4. No Windows 10 e 11, você pode configurar um proxy manualmente para todo o tráfego do seu dispositivo. Para fazer isso, vá para Configurações > Rede e; Internet > Proxy.
  5. No macOS, você também pode configurar manualmente um proxy para rotear todo o tráfego do seu dispositivo. Para fazer isso, vá para as Preferências do sistema > Rede > Avançado > Proxies.

O que é uma VPN?

No geral, softwares de VPN são instalados no seu dispositivo e usados como um aplicativo. Quando você ativa a VPN, ela cria um túnel criptografado até o servidor VPN selecionado. O servidor VPN se conecta ao site de destino para você e envia de volta o conteúdo requisitado.

Captura de tela do aplicativo para Android da Surfshark, mostrando a tela de início e lista de servidores.

O aplicativo Android da Surfshark é moderno e fácil de usar.

Assim como um proxy, isso significa que sites e serviços online veem o endereço IP do servidor VPN em vez do seu.

Uma VPN:

  • Oculta e temporariamente substitui seu endereço IP, desbloqueando sites e contornando restrições geográficas em serviços de streaming, como a Netflix e o BBC iPlayer.
  • Criptografa seu tráfego web, impedindo que seu provedor de internet e terceiros espionem sua atividade.
  • Inclui recursos de segurança adicionais, como uma seleção de protocolos avançados, Double VPN ou ofuscação de VPN.

A depender da VPN, você pode selecionar diversas localizações de servidor espalhadas pelo mundo. Isso significa que você pode fazer os sites acreditarem que você está navegando em uma cidade ou país específico.

Ao contrário de servidores proxies, uma VPN sempre funciona no dispositivo como um todo. Ela protege e redireciona todo o tráfego que sai do seu dispositivo.

E, o mais importante, a VPN criptografa seu tráfego internet e impede que terceiros como seu provedor de internet monitore sua atividade de navegação. Por isso, as VPNs são consideradas, antes de mais nada, ferramentas de privacidade e segurança.

Consegue contornar bloqueios de site mais rígidos, incluindo restrições geográficas em serviços de streaming.

Prós Contras
Oculta seu endereço IP VPNs grátis limitam seus dados e várias apresentam riscos de segurança
Criptografa suas atividades online para impedir que qualquer pessoa, inclusive seu provedor de internet, identifique o seu perfil de comportamento ou monitore suas atividades VPNs de qualidade exigem um plano pago
Repassa todo o seu tráfego web As VPNs reduzem a velocidade da sua conexão em certo nível
Inclui recursos avançados, como ofuscação e um Kill Switch A responsabilidade pelos seus dados passa do provedor de internet ao provedor da VPN
Geralmente oferece suporte ao cliente
Consegue contornar bloqueios de site mais rigorosos, inclusive restrições geográficas em serviços de streaming

Como um servidor proxy, uma VPN altera seu endereço IP, podendo ser usada para desbloquear sites restritos. De fato, a maioria das VPNs são muito melhores que proxies para desbloquear sites, em especial, serviços de streaming.

Como uma rede virtual privada (VPN) funciona

As VPNs criam um túnel criptografado entre seu dispositivo e um servidor remoto.

Ao contrário de um servidor proxy, uma VPN também criptografa sua conexão e impede que bisbilhoteiros vejam os sites que visita.

Como usar uma VPN

Para usar uma VPN, siga esses passos:

  1. Escolha um provedor de VPN confiável. Nossa recomendação melhor classificada é a ExpressVPN.
  2. Faça sua assinatura e crie uma conta no site do provedor VPN.
  3. Baixe e instale o software no seu dispositivo.
  4. Abra o aplicativo da VPN e use seus dados para acessar a conta.
  5. Verifique as configurações para ter certeza de que o Kill Switch está ativado e que a VPN foi configurada para se conectar automaticamente quando você liga seu dispositivo.
  6. Escolha um serviço e clique no botão de conexão.
  7. Assim que a conexão for estabelecida, qualquer site ou serviço web que visitar verá o endereço IP da VPN e não o seu. Além disso, todas as suas atividades na internet serão criptografadas.

Qual é melhor: software de VPN ou servidores proxy?

Aqui, comparamos servidores proxy e VPNs em termos de velocidade, segurança, habilidade de desbloqueio de sites de streaming e outros.

Ambas as ferramentas são igualmente boas para mascarar sua localização. No entanto, as VPNs melhor avaliadas, em comparação aos servidores proxy, oferecem criptografia mais robusta, uma função de streaming mais estável e melhores recursos para torrent.

Por outro lado, os proxies oferecem velocidades mais altas, são mais fáceis de configurar e normalmente são mais baratos que VPNs.

Servidores proxy são uma ótima opção caso necessite de uma solução temporária, mas VPNs contam com um maior leque de usos de longo prazo para privacidade e segurança.

Na tabela abaixo, você verá qual solução é a melhor em cada categoria de teste:

Recurso VPN Servidor proxy
Torrent Vencedora Perdedor
Streaming Vencedora Perdedor
Evasão de censura Vencedora Perdedor
Privacidade e anonimato Vencedora Perdedor
Estabilidade Vencedora Perdedor
Velocidade Perdedora Vencedor
Preço Perdedora Vencedor
Facilidade de configuração Perdedora Vencedor

Vencedor para torrent: VPN

Baixar torrent pode ser perigoso, por isso é importante adotar as medidas de segurança adequadas. Em resumo, você precisa garantir que sua identidade e atividade continuem em sigilo durante o processo de compartilhamento de arquivos.

Proxies web simplesmente não são seguros o suficiente para proteger sua atividade de torrent. Eles podem até ocultar seu endereço IP, mas tipicamente não criptografam seus downloads e é muito mais difícil descobrir o que o provedor de proxy faz com suas informações.

Uma VPN criptografa suas atividades, ou seja, o seu provedor de internet e qualquer outra pessoa que esteja espionando sua conexão não conseguirão ver que você está baixando seus arquivos de torrent. Ela pode ser vinculada diretamente ao seu cliente torrent, e é muito mais fácil verificar se uma VPN sem logs realmente cumpre o que promete.

Baixando torrent com a NordVPN

A NordVPN teve um bom desempenho nos nossos testes de torrent.

Sabe-se que provedores de internet reduzem as velocidades de conexão de quem baixa torrent e usam inspeção profunda de pacotes para registrar os arquivos baixados. Alguns provedores de internet também bloqueiam sites de torrent e uma VPN é a melhor forma de desbloqueá-los.

As melhores VPNs para torrent também oferecem recursos adicionais que tornam o uso de torrent muito mais seguro e conveniente. Esses recursos podem incluir ofuscação, encaminhamento de porta ou até mesmo um proxy SOCKS5, para que você tenha acesso às duas tecnologias em um único plano.

Vencedor para streaming: VPN

Serviços de streaming muitas vezes restrigem o conteúdo a certos países devido a acordos de licenciamento. Ao alterar seu endereço IP, você pode contornar essas restrições e desbloquear conteúdo de outras regiões.

Ainda que ambas as ferramentas possam alterar seu endereço IP, as VPNs são muito melhores no desbloqueio de serviços de streaming.

Usando a NordVPN com a Netflix EUA

VPNs de alta qualidade funcionam de forma contínua com serviços de streaming dos EUA.

VPNs podem investir recursos na evasão de restrições de streaming. Serviços de streaming estão sempre empenhados em banir endereços IP de servidores proxy ou de VPNs e os provedores de VPN estão sempre evoluindo para escapar desses bloqueios.

De um ponto de vista técnico, VPNs podem alterar mais do que o seu endereço IP. Podem mudar seu servidor DNS, geolocalização HTML5 e até mesmo conceder a você um endereço IP residencial. Algumas VPNs conseguem até falsificar sua localização GPS.

Em resumo, o risco de um provedor de streaming descobrir sua localização verdadeira é menor com uma VPN.

Vencedor para evasão de censura: VPN

As VPNs são ilegais ou restritas em alguns países por um bom motivo: o software das VPNs é altamente eficaz para contornar sistemas de censura.

Alterar o seu endereço IP permite que você acesse sites geograficamente restritos de outro país. No entanto, a criptografia da VPN também impede que firewalls bloqueiem sites com base em URLs ou frases específicas.

Desbloqueando sites na China com a Astrill VPN

Usamos a Astrill VPN para desbloquear o YouTube na China.

Da mesma forma, as VPNs podem ser usadas para desbloquear restrições de sites em escolas ou locais de trabalho.

Como proxies não criptografam suas comunicações por completo, eles não têm nem de perto o mesmo nível de eficácia para contornar a censura.

Vencedor para privacidade e anonimato: VPN

As VPNs mais seguras usam o AES (padrão de criptografia avançado) com chaves de 256-bit, a mesma criptografia usada por bancos e pelo exército. Uma boa VPN também irá usar servidores DNS próprios, para que seu provedor de internet não tenha acesso aos sites que você visita.

A maioria dos serviços de proxy não oferecem criptografia adicional ou servidores DNS. Eles simplesmente encaminham as comunicações entre seu dispositivo e o site acessado.

No mesmo sentido, VPNs privadas se comprometem publicamente a seguir uma política de zero log. Isso significa que elas não armazenam nenhuma informação sobre sua atividade de navegação. Se esses dados não existirem, não podem ser hackeados ou compartilhados, mesmo a pedido das autoridades.

Em contraposição, proxies web muitas vezes não contam com uma política de privacidade robusta. Pode ser difícil saber quem opera os serviços e que informações armazenam ou não.

Vencedor para velocidade: Servidores proxy

Rotear suas comunicações por meio de um servidor remoto significa que seus dados têm de percorrer um caminho mais longo. Ou seja, as duas ferramentas irão, inevitavelmente, reduzir suas velocidades de conexão.

Contudo, uma VPN também cria um túnel criptografado para seus dados, o que pode fazer dela mais lenta que alguns servidores proxy.

Em uma conexão rápida, a perda de velocidade é insignificante. Ainda assim, em média, uma conexão a um servidor proxy é mais rápida para uma mesma localização.

Para obter as melhores velocidades com qualquer uma das ferramentas, não se esqueça de se conectar a um servidor próximo sem superlotação.

Vencedor para preço: Servidores proxy

Os servidores proxy são, claramente, mais baratos que VPNs. A maioria deles são gratuitos.

Entretanto, VPNs e proxies gratuitos podem ser perigosos. Um proxy ou VPN de baixa qualidade podem expor você a scripts maliciosos, malware, registro de dados e anúncios agressivos. Há alguns proxies e VPNs que têm como único propósito armazenar e vender sua atividade online.

Vencedor para facilidade de configuração: Servidores proxy

Você pode configurar um servidor proxy ao alterar algumas configurações no seu sistema operacional. Você precisa encontrar informações relacionadas a essas configurações antes, mas não é necessário criar um cadastro no serviço ou baixar um software de VPN específico.

Caso queira apenas desbloquear um site ocasionalmente, é simples: basta usar um proxy web e inserir os dados dos sites que gostaria de acessar.

A maioria das VPNs dignas de serem usadas requerem que crie uma conta e baixe o aplicativo necessário, o que é um pouco menos conveniente para uso em curto prazo.

Quando devo usar uma VPN ou proxy?

Use um servidor proxy se:

  • Precisar contornar uma restrição geográfica rapidamente.
  • Não se preocupar com sua privacidade ou anonimato.
  • Não estiver transferindo dados pessoais sigilosos.
  • Precisar contornar um bloqueio de site para um IP específico rapidamente.

Use uma VPN se:

  • Precisar de uma solução de longo prazo para restrições geográficas.
  • Precisar de uma solução de longo prazo para ocultar seu endereço IP.
  • Quiser proteger sua atividade de monitoramento do seu provedor de internet ou governo.
  • Estiver se conectando a uma rede pública de Wi-Fi.
  • Quiser assistir a conteúdo restrito ou baixar arquivos torrent.

Os diferentes tipos de servidor proxy

Servidores proxy podem funcionar de diferentes maneiras. É importante compreender exatamente como seu proxy opera para garantir que ele atende às suas necessidades de privacidade e segurança.

Tipos de conexões proxy

Há quatro tipos principais de conexão proxy: proxies HTTP, HTTPS, SOCKS5 e web.

Proxies HTTP

Proxies HTTP usam um servidor remoto para buscar uma página web por meio de uma conexão descriptografada.

O servidor web vê apenas a conexão proxy e responde a ela como se fosse seu navegador. O proxy recebe essa resposta e a encaminha até você.

Ainda que esse tipo de proxy esconda sua identidade e endereço IP do site que visita, o proxy em si irá ver tudo o que fizer, já que seus dados não são protegidos por HTTPS.

Além disso, é possível que o proprietário do proxy adicione ou altere o conteúdo no fluxo de dados. Isso significa que você pode receber anúncios indesejados ou até mesmo malware.

Proxy HTTPS/SSL

Um proxy HTTPS é similar a um proxy HTTP, mas os dados transmitidos entre seu computador e o servidor proxy são protegidos por criptografia TLS. Isso significa que o proxy não consegue interferir com suas páginas web antes de encaminhá-las.

Qualquer pessoa que tenha acesso à sua rede, incluindo seu provedor de internet, irá conseguir ver os domínios que você acessa, mas não as URLs específicas que visita.

Proxies SOCKS/SOCKS5

Proxies SOCKS são mais flexíveis que proxies HTTP ou HTTPS. Eles podem rotear dados de múltiplas fontes, incluindo HTTP, HTTPS, SMTP (e-mail) e FTP (torrent).

O SOCKS5 é a versão mais recente do SOCKS. Ele é compatível com criptografia e também oferece métodos de autenticação que fornecem uma camada adicional de segurança.

A autenticação de nome de usuário e senha está disponível com o SOCKS5, assim como o GSS (autenticação de API). Caso as autenticações sejam configuradas corretamente, apenas usuários autorizados podem acessar um dado servidor.

Captura de tela da lista de servidores SOCKS5 do TorGuard VPN

Lista de servidores SOCKS5 do TorGuard VPN.

Ainda que o SOCKS5 seja mais flexível e seguro que outros tipos de servidor proxy, ele demanda um esforço muito maior para configurar. Caso não seja um usuário fanático de torrent, talvez ache o tempo e esforço necessário para configurar e usar SOCKS excessivo em comparação à simplicidade de uma VPN.

Dito isso, um pequeno número de VPNs agora disponibilizam proxies SOCKS5 nos seus pacotes de serviço. Isso dá a você o luxo de facilmente selecionar um servidor VPN ou um servidor proxy SOCKS5.

Proxy web

Proxies web permitem que você use um modelo baseado em navegadores para acessar páginas web bloqueadas ou ocultar o seu IP de um site. Muitos desses serviços também são proxies públicos.

Veja abaixo um exemplo de um proxy web. Este é hospedado pela Hide.me e permite que usuários escolham a localização do servidor proxy antes de repassarem seus dados por ele.

Proxy web da Hide.me

Captura de tela do serviço de proxy web da Hide.me.

A desvantagem desse tipo de proxy é a segurança e usabilidade. Páginas acessadas por meio de proxies web às vezes aparecem distorcidas ou sem sua funcionalidade original. Como são gratuitos e compartilhados, você terá certamente de lidar com velocidades baixas e anúncios ao usar serviços de proxy web.

Podem ser úteis para visitar um site bloqueado sem dados sigilosos, mas eles oferecem riscos similares aos de um proxy público.

Há ainda um risco adicional: por funcionarem dessa forma, proxies web quebram a criptografia padrão de ponta-a-ponta do HTTPS.

Veja o que acontece:

  1. O seu navegador usa o HTTPS para criar uma conexão segura com o servidor proxy. Alguém que espione a conexão entre seu dispositivo e o servidor proxy verá que você visitou o servidor proxy, mas não o site solicitado. O HMA e a Hide.me oferecem uma criptografia de URL adicional para ocultar a URL do site visitado.
  2. O servidor proxy se conecta à internet por você. Isso é importante porque, caso solicite um site HTTPS, a conexão segura àquele site tem como origem o servidor proxy. Qualquer pessoa espionando a conexão entre o servidor proxy e a internet pode ver o site que está visitando, mas nenhum dado transmitido. Entretanto, o servidor proxy pode ver todas as atividades no site que visita.

Configurações de servidor proxy

Há ainda diversas maneiras diferentes de configurar um servidor proxy. Cada uma dessas configurações oferece uma experiência diferente em termos de privacidade e segurança.

Proxies privados e dedicados

Um servidor privado de proxy só pode ser usado por uma pessoa por vez. Um proxy dedicado é um proxy privado com um endereço IP definido e permanente.

Como eles só podem ser usados por uma pessoa, os servidores privados e dedicados de proxy são, na maior parte dos casos, pagos.

Um servidor privado de proxy não oferece a mesma privacidade que uma VPN: ele também não criptografa seu tráfego ou oculta suas solicitações de DNS. Ainda assim, costuma ser melhor para desbloquear sites que um servidor proxy compartilhado ou público.

Proxies compartilhados e públicos

Um proxy compartilhado é um proxy privado compartilhado com um número limitado de pessoas. Por motivos óbvios, é geralmente mais barato que um proxy privado ou dedicado exclusivo.

Proxies públicos também são usados por diversas pessoas, mas são de acesso livre e gratuito a todos. Em regra, apresentam problemas de desempenho devido ao congestionamento no servidor.

Proxies públicos também contam com riscos de segurança significativos. Uma pesquisa do Wired revelou que 79% dos servidores de proxy públicos injetavam códigos nas páginas web solicitadas ou bloqueavam conexões HTTPS.

Além disso, você compartilha um endereço IP com um número ilimitado de estranhos e qualquer um deles pode usar o serviço para atividades ilícitas.

Ao usar um proxy gratuito e aberto, também há um risco de que o proprietário do proxy possa se aproveitar dos seus dados e, por exemplo, vendê-los a anunciantes. Você não faz ideia do que acontece com seus dados quando eles chegam no servidor proxy. Por isso, é melhor evitar proxies públicos.

Proxies residenciais e de data center

Um proxy de data center fica em um data center e às vezes é hospedado em um provedor na nuvem, como o Amazon Web Services.

Os endereços IP em um data center tendem a ser muito similares. Por isso, para os provedores de conteúdo, pode ser fácil identificá-los e bloqueá-los para impor restrições geográficas de conteúdo.

Uma solução é um proxy residencial. Ele usa um endereço IP que pertence a um provedor de internet. Seu tráfego parece se originar diretamente de uma pessoa real ou residência.

Proxies transparentes

Um proxy transparente mostra ao site de destino que é um servidor proxy e envia o seu endereço IP real. Não serve para proteger sua privacidade ou desbloquear conteúdo restrito.

Você provavelmente não vai querer configurar um proxy transparente, mas talvez seja forçado a usar um. Eles costumam usados em bibliotecas, empresas e escolas para filtrar conteúdo ou monitorar o acesso à Web.

Também podem ser usados em um Wi-Fi público para impedir que usuários acessem conteúdo que consumiria muita largura de banda.

Felizmente, você pode usar uma VPN para contornar restrições de conteúdo impostas por um proxy transparente.

Proxies reversos

Talvez você já tenha lido sobre proxies reversos. São outro tipo de proxy que você provavelmente não irá precisar configurar, a não ser que seja o responsável por servidores web e profissional de TI.

Um proxy reverso é um servidor conectado a diversos outros servidores web e oferece um gateway para eles.

Ele pode ser usado, por exemplo, para receber solicitações e distribuí-las de forma uniforme entre diversos servidores web ou para aumentar a velocidade da criptografia ou compressão.

Perguntas frequentes

Qual é a diferença entre um proxy e uma VPN?

VPNs e proxies têm suas similaridades: ambas usam um servidor remoto para repassar seus dados e alterar seu endereço IP. No entanto, uma VPN também criptografa seu tráfego web por completo para impedir que qualquer pessoa monitore suas atividades online. Uma VPN tipicamente oferece a você um maior controle sobre as localizações a que você se conecta e as configurações de segurança usadas. Além disso, via de regra, é melhor para contornar censura e desbloquear conteúdo restrito.

É possível usar uma VPN e um proxy ao mesmo tempo?

Você pode usar uma VPN e proxy ao mesmo tempo, mas isso raramente é uma boa ideia. A junção das duas ferramentas não oferece nenhum benefício adicional.

A exceção é quando sua conexão passa por um proxy transparente usado para filtrar seu tráfego web. Neste caso, uma VPN permite que você acesse os sites que o proxy transparente tenta bloquear.

Posso ser rastreado caso use um servidor proxy?

Na maioria dos casos, usar um servidor proxy oculta seu endereço IP real de sites visitados. No entanto, seu provedor de proxy pode armazenar informações sobre você e os sites que visita. É mais fácil buscar por uma VPN com uma política de zero log clara (e às vezes auditada independentemente).